Saltar para conteúdo

Pedro I de Castela - Personagens históricos

Pedro I de Castela
Imagem Pedro I de Castela

Era uma figura controversa. Cruel para alguns, justiceiro para outros, permaneceu estações longas em Tordesillas com seu favorita, Maria de Padilla, com quem manteve uma intensa relação amorosa e com quem, como reconheceu mais tarde, se tinha casado em segredo.

Nasceu em Burgos no ano 1334. Seus pais eram Alfonso XI e a sua legítima esposa Maria de Portugal. Viveu sempre afastado da corte junto a sua mãe, delocados ambos por Leonor de Gusmão, favorita do rei, e por os filhos naturais que ambos tiverão. 

En 1350 acede ao trono ao morrer seu pai Alfonso XI. Até 1355 vive influênciado por a sua mãe e por Juan Alonso de Albuquerque, nobre de origem potuguês que tinha a confiança da Rainha mãe, sendo o seu primeiro acto de goberno encarcerar e assassinar a Leonor de Gusmão (1351).

En 1352 conhece a Maria de Padilla con a que terá quatro filhos. No entanto se casou oficialmente endois ocasiones ocasões, con Branca de Borbón, sobrinha do rei de Francia, e con Juana de Castro. En ambos casos, foräo abandonadas para reunirse con Maria de Padilla.

En 1355 nasce no Palacio Mudéjar de Tordesillas a terceira filha de Pedro I e Maria de Padilla, a Infanta Isabel e en este mesmo Palacio nasce o Infante Alfonso en 1359,o único filho varäo que tiverão Pedro I e Maria de Padilla, que foi declarado heredeiroen 1362, pero falleceu esse mesmo ano quando sô tinha três anos. Esse mesmo ano dona o Palacio de Tordesillas a sua filha Beatriz para que ésta o transforme en convento.

Tomou medidas econômicas e sociales para poer finas ambições nobiliarias e que fizerão que eu perco a popularidade entre a nobreza, sucesso que aproveita o seu meio-irmão Enrique de Trastámara para reclamar o seus dereitos ao trono. Todo elo provocou lutas intestinas por o poder en Castilla, que acabaräo con su assasinato en Montiel no ano 1369.